19 3312.0145 | 19 3834.1566

  • Home
  • Blog
  • Identifique e evite os erros mais comuns no e-commerce - Parte I

Identifique e evite os erros mais comuns no e-commerce - Parte I

05 de Fevereiro de 2016
Nós sabemos que o e-commerce é repleto de vantagens e facilidades como, por exemplo, os custos reduzidos, a audiência maior e a flexibilidade.

Isso dá a falsa impressão de que criar e manter uma loja virtual é tarefa fácil. Escolha de plataforma e cadastro de produtos são apenas dois elementos dentro muitos outros que são capazes de definir seu sucesso ou fracasso.

Pensando nisso, pontuamos alguns dos principais erros cometidos no e-commerce e o que fazer para evitá-los. Confira:

1) Domínio 

O domínio que você usa para que sua página seja acessada não só diz muito sobre ela como também influencia o volume de acessos. Para não errar na escolha, procure utilizar um domínio que além da sua marca tenha palavras-chave referentes ao segmento.

É importante que o domínio seja curto e fácil de ser escrito, pois facilitam a memorização do site pelos potenciais clientes.

2) Layout

Com a quantidade de e-commerces disponíveis e o tempo cada vez mais escasso dos usuários, possuir um layout atrativo é essencial para que o potencial cliente não desista nos primeiros segundos. 

Layouts poluídos ou fracos são o principal motivador de desistência por parte dos usuários. Para que isso não aconteça em sua loja, tenha uma marca forte e presente, elementos alinhados e tamanho adequado.

3) Usabilidade

Fazer um layout sem focar na usabilidade do usuário é um erro crucial. Não adianta absolutamente nada ter um layout lindo, maravilhoso e atrativo se sua usabilidade for zero; seus potenciais clientes continuarão se esvaindo.

Para evitar isso tente pensar como cliente e não como proprietário da loja. Analise se seus menus são organizados e intuitivos, se o check out contém todos os recursos que precisa, entre outras coisas.

Um teste bem legal e que produz ótimos resultados é convidar algum conhecido não familiarizado com a plataforma para navegar nela. Observe se ele tem dificuldade para realizar determinadas ações e quanto tempo leva para encontrar o que está procurado, por exemplo. Anote possíveis comentários dele também. Com esse feedback é possível realizar melhorias fantásticas.

4) Informações

Numa loja física, se você tem dúvida sobre algo ou algum produto, é possível saná-las com o vendedor ou outro funcionário da loja. O e-commerce não conta com isso, por isso as informações precisam ser o mais completas e claras possíveis. 

Além disso, as informações de contato como telefone, e-mail, endereço e formulário de contato devem estar bem visíveis e serem de fácil acesso. Isso aumenta a credibilidade da loja pois o consumidor se sente respaldado.

5) Produtos

Voltando ao exemplo da loja física, nela é possível ver e tocar nos produtos, o que não é possível no e-commerce. Para que isso não represente uma desvantagem, capriche na apresentação de cada produto. 

Utilize boas fotos, tiradas em diversos ângulos, para que o usuário possa visualizar o item como um todo. Se possível, grave vídeos demonstrando possíveis usos do produto. Esse é um recurso poderoso e poderá fazer toda a diferença.

Essa foi a primeira parte, no próximo post traremos mais 5 erros comuns e como evitá-los. Fique atento e não deixe de conferir!
categorias