19 3312.0145 | 19 3834.1566

  • Home
  • Blog
  • 5 razões mostram por quê o e-commerce não é afetado pela crise

5 razões mostram por quê o e-commerce não é afetado pela crise

26 de Agosto de 2015
A situação econômica no Brasil não é das melhores. Os juros em alta e nenhuma previsão de crescimento fazem os empreendedores recuarem em seus investimentos em um período aparentemente desfavorável.

Entretanto você já deve ter ouvido que "a crise gera oportunidades". Realmente, há setores que mesmo em meio a situação descrita encontram-se em alta e um deles é o e-commerce. As oportunidades estão nas mãos dos empreendedores que se aproveitam disso encontrando caminhos alternativos. 

Sabe-se que o e-commerce está em constante expansão e segundo o E-Bit, o varejo online brasileiro deve faturar neste ano R$ 43 milhões. Contudo, não existem milagres, o que existem são razões que mostram o motivo do setor conseguir driblar a crise e gerar lucro mesmo em meio a dificuldade econômica. Vamos conferir quais são?

1) A ascensão do e-commerce no Brasil é ainda maior que no restante do mundo devido ao crescente número de brasileiros que obtém acesso à internet, seja via computadores desktops ou dispositivos móveis. 

2) O principal diferencial do brasileiro, que o destaca perante o resto do mundo e garante o crescimento do varejo online, é a criatividade do empreendedor que tem como características não se satisfazer com o trivial e buscar alternativas para agradar o consumidor como campanhas de marketing, diferentes formas de pagamento, e-commerce de nicho, etc, o que acaba revertendo em vendas.

3) No período de crise econômica, o consumidor tende a pesquisar mais para comprar algo e essa tarefa no varejo online é muito mais fácil e rápida do que no varejo tradicional. Há inúmeras opções de comparadores de preços e além disso é muito mais cômodo visitar inúmeras lojas online do que lojas físicas. 

4) O varejista online consegue realizar operações de remarketing que buscam conquistar o público que entrou em sua loja mas não comprou, o que é uma tarefa difícil para o varejista físico.

5) Por último, outra vantagem do varejista online, que o coloca sempre a frente do varejista físico, é a quantidade de dados que este possui sobre o público que entra em sua loja. É possível ter informações detalhadas sobre localização, comportamento, entre outras, que podem ser usadas para realizar campanhas personalizadas e específicas de acordo com a necessidade e procura de cada usuário.

A chave para se dar bem no e-commerce é estar sempre alerta com as particularidades de cada período e saber usar as dificuldades a favor do negócio, enxergando novas oportunidades e estando disposto a adequar planos e estratégias.  
categorias