19 3312.0145 | 19 3834.1566

  • Home
  • Blog
  • Invista em vídeos no e-commerce

Invista em vídeos no e-commerce

11 de Dezembro de 2015
Alguns dos fatores mais determinantes na decisão de compra do consumidor são as páginas de produto e checkout. A página de produto é composta, entre outros itens, por descrição e imagens. Por que não utilizar vídeos para compor essa página como recurso visual extra?

O comércio eletrônico, de certa forma, gira em torno de algumas premissas, tais como da distância e virtualidade, o que significa ausência do palpável. Para algumas pessoas isso representa receio e temor e seus maiores medos são do produto não ser como esperado e da loja ser apenas fachada.

A questão é: será que um vídeo do produto mudaria a percepção do consumidor e teria algum impacto sobre sua tomada de decisão? A resposta é sim. Ou melhor, claro! Vídeos são muito mais dinâmicos que imagens, pois permitem cobrir todos os ângulos do produto além de permitirem mostrar de forma prática como o produto pode ser útil e suas qualidades.

Outro ponto a se considerar é que os usuários de internet estão a cada dia lendo menos. Isso não significa que você deva eliminar a descrição do seu produto, de maneira nenhuma. A descrição reduzida e completa devem estar lá pois influenciam no SEO, mas disponibilizar um vídeo dinâmico e atrativo que tornará o acesso às informações do produto mais prático e cômodo para o cliente é uma excelente prática. 

Além disso, vídeos são vistos em SEO como conteúdo altamente relevante, ou seja, seu produto poderá subir no ranking, atingindo mais público e potenciais clientes. Mas para que tudo isso tenha o efeito positivo esperado, é preciso seguir algumas recomendações e tomar alguns cuidados, como por exemplo:

- Faça vídeos curtos;
- Utilize frases objetivas e informações relevantes;
- Atente-se a qualidade das imagens;
- Para roupas, acessórios e calçados, utilizar um modelo pode ser interessante para criar uma referência humana para o consumidor;
- Se utilizar um modelo, não esqueça de passar as medidas do mesmo como manequim, altura e peso. Com isso o consumidor tem uma referência para comparar com suas medidas;
- O vídeo tem que estar ambientado. Se seu orçamento não permite contratação de um estúdio, procure na internet alternativas para montar um estúdio caseiro, há muitas opções;
- Utilize um vocabulário de acordo com seu público-alvo e não exagere nos termos técnicos.

Ofereça diversos recursos para seu consumidor, para que ele possa selecionar o que for mais adequado a ele e às suas preferências no momento e da plataforma que está acessando.
categorias